Biodiversidade

A planta da Mercedes-Benz do Brasil situada em São Bernardo do Campo - SP, aplica em seus jardins, com a parceria de um fornecedor de serviços especializados, técnicas de Manejo Integrado de Pragas (IPM), que são baseadas em estudos de comportamento dos seres vivos e no desenvolvimento de métodos alternativos que podem substituir inseticidas químicos no controle de pragas.

Devido ao uso de técnicas biológicas para o controle de pragas, como a aplicação de armadilhas coloridas, óleo de nim e inserção de insetos no meio quando há necessidade, cerca de 180 litros de inseticida deixaram de ser usados em 5 anos. Com isso, embalagens contaminadas não foram geradas.

Por não usar inseticidas químicos, é possível a visualização de diversas espécies de pássaros pelos jardins, pois são atraídos pelo ambiente fornecido, que também é favorecido com 130.000 m² de áreas verdes, com diversas espécies nativas. Duas novas espécies de pássaros passaram a habitar os jardins: pica-pau e pintassilgo. Tal fato ocorre, pois produtos químicos são fatores limitantes para a sobrevivência dos pássaros e, sem este uso, eles são beneficiados e encontram boas condições para viver.