MERCEDES AMG PETRONAS

O automobilismo tem uma longa tradição na Mercedes-Benz. O primeiro veículo da marca, em 1901, era um automóvel de corrida. E desde a invenção do primeiro automóvel por Karl Benz, impulsionamos inovação na indústria automotiva. 

A nova regulamentação da Fórmula 1 para os híbridos levou o esporte para o mesmo rumo já trilhado pela indústria automotiva. Fórmula 1 é o laboratório de pesquisas mais rápido do mundo. Em nenhum outro local as novas tecnologias são tão rapidamente desenvolvidas de maneira sistemática quanto no alto escalão do automobilismo. Esse é o lugar onde corrida e produção em série se beneficiam mutuamente. 

Na concepção do automóvel campeão, o F1 W05 Hybrid, os engenheiros em Brackley, Brixworth e Stuttgart fizeram pleno uso das sinergias existentes para garantir que o Flecha de Prata levaria o título no primeiro ano do novo regulamento. O conhecimento adquirido com a Fórmula 1 pode ajudar com o desafio de projetar veículos pioneiros, como o S 500 PLUG-IN HYBRID. O objetivo é a conversão de eficiência em desempenho superior.

Sobre o campeonato de 2014, a vitória dos pilotos e, ao mesmo tempo, dos construtores, representa dois marcos importantes para a Mercedes-Benz em um ano que já foi muito especial. Em 2014, a marca da estrela celebrou 120 anos no automobilismo e o 80º aniversário das lendárias Flechas de Prata. Nas temporadas de 1954 e 1955, Juan Manuel Fangio venceu o campeonato na categoria rainha do automobilismo, em um Mercedes-Benz W 196 R.

Curiosidades:

  • Ao vencer o GP da Alemanha, Rosberg tornou-se o primeiro alemão pilotando um carro do seu país a triunfar em sua terra natal desde 1939.
  • Lewis Hamilton foi o primeiro corredor das famosas Flechas de Prata a vencer o campeonato desde Juan Manuel Fangio, em 1955.
  • Em 2014 foram: 16 vitórias, 18 pole positions e 31 pódios para as Flechas de Prata na primeira temporada da era dos híbridos na Fórmula 1.

Para 2015, a equipe MERCEDES AMG PETRONAS continua formada pelos dois pilotos campeões: Lewis Hamilton e Nico Rosberg, com o novo F1 W06 Hybrid.