Mobilidade elétrica viável: smart fortwo eletric drive é apresentado no Brasil

• Versão elétrica do smart fortwo estará no Salão do Automóvel de São Paulo

• Veículo roda sem emissões e tem autonomia de até 145 quilômetros

• Alegria de dirigir, mobilidade, segurança e compatibilidade ambiental nortearam o projeto

Pela primeira vez em solo brasileiro, um dos destaques no estande da Mercedes-Benz no Salão do Automóvel será o smart fortwo electric drive. Com ele, é possível desfrutar da alegria de estar ao volante e de todos os atrativos já conhecidos do smart fortwo, sem nenhuma emissão ao rodar. Desde o início da sua trajetória, o modelo vem redefinindo o conceito de mobilidade urbana com altos padrões tecnológicos e grande preocupação com o meio ambiente. Essa premissa norteou também o desenvolvimento do fortwo electric drive, automóvel 100% elétrico que preserva as funcionalidades e conforto dos outros modelos smart. 

A bateria de íons de lítio com 17,6 kWh permite que o automóvel urbano com dois lugares rode aproximadamente 145 quilômetros na cidade sem produzir nenhuma emissão local de poluentes. Quando totalmente zerada, ela leva em torno de sete horas para ser carregada em uma tomada doméstica, ou até 1 hora e meia em uma estação de carga rápida nos sistemas elétricos da maioria dos países. Além da capacidade nominal da bateria, outros desenvolvimentos aumentaram a eficiência do sistema de propulsão, resultando em maior autonomia.

“O smart fortwo electric drive chega para elevar ainda mais o rendimento desse ícone de mercado. A versão conta com um sistema de recuperação de energia com quatro níveis de intensidade controlado pelas borboletas no volante, o que auxilia em sua autonomia total e atesta também o contínuo compromisso da marca com o desenvolvimento de tecnologias cada vez mais avançadas”, afirma Dimitris Psillakis, diretor geral Automóveis da Mercedes-Benz do Brasil.

Com seu motor elétrico de 55 kW, o smart fortwo electric drive atinge uma velocidade máxima de 125 km/h. Isto o coloca à altura do fortwo movido por motor a combustão, mesmo em vias expressas. Com torque de 130 Nm, ele acelera poderosamente de 0 a 60 km/h em 4,8 segundos e, graças à notável aceleração em velocidades mais altas, pode ir de 0 a 100 km/h em 11,5 segundos.

Compacto, ágil, ambientalmente amigável e cheio de estilo, o smart fortwo evoluiu de uma proposta prática de automóvel compacto para um produto ligado a estilo de vida e já se tornou uma visão familiar nas ruas das cidades ao redor do mundo. 

Dados técnicos em resumo

Motor elétrico (tipo)

Motor síncrono magneto-elétrico

Potência contínua (kW)

35

Potência máxima (kW)

55

Torque máximo (Nm)

130

Bateria

Bateria de íons de lítio

Capacidade da bateria (kWh)

17.6

Velocidade máxima (km/h)

125

Aceleração 0-60 km/h (s)

4,8

Aceleração 0-100 km/h (s)

11,5

Autonomia (km) [NEDC]

145

Tempo de carga 0-100% em tomada doméstica (h)

7 (sem caixa de carga), 6 (com caixa)

Tempo de carga 0-100% 400V (h)

1 (com caixa de carga)

Carga rápida em menos de uma hora

Para possibilitar a carga rápida, opcionalmente é possível equipar o veículo com um carregador de bordo de 22 kW, que permite que uma bateria completamente zerada seja totalmente carregada em menos de uma hora. 

Sustentabilidade em todos os níveis

Rodar sem emitir poluentes, nem gases provocadores do efeito estufa não é tudo: a preocupação com a sustentabilidade permeia todo o ciclo de vida do smart fortwo electric drive. “Isto inclui desde a compatibilidade ambiental da fábrica onde o automóvel é produzido à reciclabilidade de seus componentes ao final de sua vida útil, que foi contemplada ao mesmo tempo em que o veículo era desenvolvido”, diz Psillakis. Segundo a norma ISO 22628, 85% do material usado na construção do modelo é reciclável e 95% é reutilizável na cadeia de produção. 

O smart fortwo electric drive utiliza prioritariamente materiais que consomem um mínimo de recursos naturais e exigem pouca energia para serem produzidos. Ele contém 32 componentes, totalizando 37,3 kg, de materiais “verdes”, dos quais 24 kg são derivados de plásticos reciclados. Produtos naturais, como o algodão, são utilizados no interior do automóvel e, em alguns casos, fibras naturais substituem as fibras minerais, como no reforço de painéis. Materiais renováveis têm excelentes propriedades de isolamento que ajudam a manter mínimo o nível de ruído. 

Um novo verde e ainda mais cores 

Com uma grade dianteira maior, apresentando o logotipo electric drive, elegantes luzes de condução diurna em LEDs abaixo dos faróis, saias laterais mais largas e muitas modificações na traseira, o novo modelo é muito mais dinâmico que seu antecessor. O novo e-smart é oferecido em todas as cores e combinações tradicionais da smart já oferecidas para os modelos a gasolina. 

A nova cor fresh green, presente na célula de segurança tridion, nos espelhos retrovisores e em detalhes internos, é uma manifestação visível do prazer proporcionado pela propulsão elétrica. O pacote de design electric drive inclui ainda painéis da carroceria em branco cristal e pintura das rodas também em branco.

Perfeitamente equipado

O smart fortwo electric drive oferece ampla gama de equipamentos. Um destaque é o ar-condicionado totalmente automático com filtro de pólen e controle de temperatura pré-embarque. Quando o veículo está conectado à rede elétrica, pode ser pré-aquecido ou resfriado por meio da programação da hora de partida. Também é possível acionar o controle de climatização pré-embarque a qualquer momento remotamente pela internet ou por um smartphone. 

Os equipamentos de série incluem, além disso, vidros elétricos, volante de três raios de revestimento sintético, manopla do câmbio em revestimento sintético, sistema de áudio multimídia com GPS, DVD e Bluetooth, direção elétrica, rodas de liga leve de nove raios e cobertura do compartimento de bagagem. O computador de bordo - também de série no smart electric drive - mostra as informações da viagem, inclusive a autonomia momentânea. Os dois indicadores esportivos no painel mostram o nível de carga da bateria e a energia usada e recuperada.

História: a smart e a eletricidade

Com a implantação da primeira frota elétrica de teste em 2007, em Londres, na Inglaterra, a smart assumiu um papel pioneiro na área da mobilidade elétrica, com 100 veículos rodando nas ruas da capital britânica com grande sucesso.

Com a introdução, em 2009, da segunda geração, o smart fortwo electric drive estava pronto a tomar as ruas. O veículo de vanguarda movido a eletricidade foi lançado em 18 mercados. O objetivo foi angariar o máximo de experiência possível sobre como os clientes utilizam e carregam seus veículos elétricos. A grande demanda superou todas as expectativas. Em vez dos 1.000 veículos planejados, mais de 2.000 unidades foram produzidas. Com isso, a smart passou a ter uma das maiores frotas de veículos elétricos em uso em todo o mundo e um acervo de experiências e expectativas de usuários que foram utilizados no projeto do novo smart fortwo electric drive.

Entre as prioridades definidas pelos clientes estavam maior velocidade máxima e maior aceleração acima de 60 km/h. Por outro lado, ao contrário da opinião geral, a autonomia não era um ponto tão crucial na perspectiva da maioria dos consumidores na fase de testes. A vasta maioria dos usuários confirmou os resultados de pesquisas anteriores que constatavam que, nas cidades, os motoristas viajam, em média 30 a 40 quilômetros por dia e estavam muito satisfeitos com a autonomia de seus veículos.

Download do Press Release